Miolo

by PUMUCA

/
  • Streaming + Download

    Includes high-quality download in MP3, FLAC and more. Paying supporters also get unlimited streaming via the free Bandcamp app.

      name your price

     

1.
05:09
2.
3.
02:26
4.
04:58
5.
04:56
6.
01:15

about

Gravado entre março e maio de 2013 no pumustudio
Produzido por Rafael Miranda

credits

released May 6, 2013

Paulo:voz, guitarra e violão
Rafael:Percussão, baixo,teclado e backing vocals

tags

license

all rights reserved

about

Pumuca Pouso Alegre, Brazil

Paulo é compositor desde menino.Aprendeu violão sozinho e sempre tocou e cantou suas próprias composições.É um tipo de cancioneiro que compõe de forma simples, porém vanguardista, livre e aberta às novas sonoridades. Após alguns anos trabalhando com o PUMU, ao lado de Rafael Miranda,seu irmão, Paulo reuniu algumas canções e lança seu 3 terceiro trabalho solo, paralelamente. ... more

contact / help

Contact Pumuca

Streaming and
Download help

Track Name: Maya
MAYA


Segue leve
O urubú
Voa já, jereba

Perseguem, escrevem
Em todo azul
Querem, querem tanto

Como vim parar (eu?)
Aqui neste lugar?
Por que será
Que tudo irá acontecer?

Andar (aiai)
Sem os pés
Quiçá, eu não vou ficar

Por que assim então
Desdobro eu
As fibras do meu
Cor-ação?

Essa é a maya
Maya trabalha a dor
Veja que "atrapaia"
Navalha
Sim, senhor!
Essa é a maya
(Maya) Maya trabalha a dor
Veja que não cala
Não falha esse furor

Maya ma
Maya maya ma
Maya maya maya maya
Maya maya maya maya
Maya ma
Track Name: Conto ou não-conto
CONTO OU NÃO-CONTO?


Se manda
Que a ciranda
É ocre e acre
E no pé que anda
Não há onda branda
Arrasta a asa
Segura a brasa
Anula ambas
Apaga e arrasa
A aura âmbar

(Só pra constar
Não há como saber
Pois no transreal conto
Ninguém narrou)

Te joga, te prova
Desova na sua linda infinda
Nova manhã
A gente se atira na mira
Na ira da flecha, na mecha
Da parte proibida da maçã

Rega, roga, renova e doira
A ruiva ainda linda loira flamboyant?
A mente retira a meta da reta
Se tranca e se fecha, na brecha
Da esperança prometida pro amanhã

Sabe?
(Sei, sei...)
Que(que) tem
Algo além(além)
Porém...

Recua, retira, retrai
Teme, treme e cai

Se manda
Que a ciranda
É ocre e acre
E no pé que anda
Não há onda branda
Arrasta a asa
Segura a brasa
Anula ambas
Apaga e arrasa
A aura âmbar

(Só pra constar
Não há como saber
Pois no transreal conto
Ninguém narrou)

Ninguém narrou
Ninguém narrou
Track Name: Amor-tecer
AMOR-TECER


Algo em você
Quer amadurecer
Pra que querer
A-morte-cer?
Ah!

Nada de você querer
Vir dançar
Como virá amortalhar?
Nada de você querer
Nada de você morrer
Na praia, ô iaiá
Nada de você querer
De você querer me amarrar
Nada de você querer
Nada de você me amarrar
Como irá julgar?
Como irá saber?
Nada de você anoitecer
Quando é hora de acordar

Amordaçar, amortalhar
Amor-tecer

Amarra, ô
Venha me amarrar

(É possível a gente ser feliz?)

Ame
Amo(?)
Amor, amar
Amém!

Cante
Canta o cantor
Será que um dia já chegou
A Amar alguém?

Agir
Sentir em mim
Amém
Amor, Amar

Ame, ame, ame, ame
Amo, amo, amo, amo
Amor, amor, amor, amor
Amar, amar, amar, amar
Track Name: Grato
GRATO

Valeu, Valeu, Valeu, Valeu

Grato
Pelo gato pardo da esquina
Pela graça da abelha, da menina
Pela Fonte, pela mina
Sol, céu, som, lua nua, neblina
Obrigado
Pelo gado, ali em cima
Pela chuva, pelo clima
Pelo dia, pela noite,
Açoite&vigília
Sofrimento&crescimento
Cura&ternura
Solidão&companhia
Dos verdadeiros amigos
E da minha querida família

De relance, vi
O ciclone da Simone
O céu do Rafael(fael)
E a vida do Davi
Vidavidavidavi

Grato à Vida

Valeu, Valeu, Valeu, Valeu

Louvado seja o que há
Abençoado seja onde der

Com ternura te trago a coroa
Doçura presa à proa
Canoa desce o rio
E traz com o frio
O regalo
(Um desvario
Veio a cavalo)

Enquanto o Mar incendeia...